O que é preciso ter para montar um crossfit

Março 21, 2019 Esportes 0 Comments

O crossfit vem ganhando cada vez mais espaço aqui no Brasil. Crossfit é um treino que liga levantamento de peso e outras categorias em exercícios de alta intensidade. Esse modelo de treino foi elaborado há muitos anos por um preparador físico chamado Greg Glassman.

A prática do crossfit aumenta a resistência respiratória, força, coordenação e outros fatores, por isso, terminou virando febre entre diversas pessoas que procuram perder peso e melhorar a qualidade de vida.

Se você estar querendo montar um crossfit, veja agora o que é preciso fazer para ser bem-sucedido nesse trabalho.

Investimento inicial

Para montar um crossfit você precisa fazer um investimento inicial relativamente alto. Esse investimento será necessário para alugar ou comprar o local onde será realizado as atividades, os equipamentos, a contratação de profissionais qualificados e outras coisas.

Você precisa também registrar sua marca nos órgãos competentes e fazer um pagamento a empresa dona do símbolo crossfit.

Um local espaçoso

Não tem como você montar um crossfit em uma área pequena. Então se você tem esse modelo de negócio em mente, procure por um ambiente bem espaçoso. Afinal de contas, são diversos equipamentos e para realizar alguns exercícios é preciso espaço.

Outra coisa que você deve levar em consideração é a região em que você vai escolher o espaço. Escolha uma região estratégica que possibilite um bom fluxo de pessoas, próximo de comercio, escolas, empresas ou de praças. Assim, seu negócio terá visibilidade, atraindo mais pessoas.

Equipamentos para os treinos

Depois de escolher o melhor local, agora é hora de investir nos equipamentos. A primeira dica é comprar equipamentos de qualidade, isso vai evitar possíveis acidentes e custos adicionais. Além disso, os alunos se sentirão mais seguros em realizar as atividades.

Mas quais são os equipamentos ideais para crossfit? Entre os muitos equipamentos estão: Box jump para pular, placa de tatame, anilhas para treinamento prático, bolas para agachamento, kettbell para treinamento intenso e barras olímpicas.

Para que esses equipamentos durem e funcione de modo correto é necessário que você sempre faça a limpeza e a lubrificação deles. Equipamentos em bons estados, naturalmente vão passar uma boa impressão do seu negócio.

Outra dica é pesquisar os preços desses equipamentos, consultando no mínimo três fornecedores antes de realizar a compra.

Profissional qualificado

De nada vai adiantar escolher um bom lugar, comprar equipamentos novos e não ter um profissional qualificado para ajudar os alunos a realizar os exercícios corretamente. Então, não subestime essa parte do negócio.

Ao contratar um profissional, escolha aquele que seja formado em educação física e que tenha o registro no CREF (Conselho Regional de Educação Física). É uma regra importante estabelecida pela lei como requisito essencial para academias e outros negócios que agem nessa seção.

Caso essa regra não seja cumprida, alguns problemas podem surgir como a prisão daquele que estar aplicando as aulas de modo irregular.

Organizar um cronograma de aulas

Depois de todo esse processo, o próximo passo é organizar um cronograma de aulas que satisfaça a necessidade de cada aluno.

É muito importante programar as aulas naqueles horários em que as pessoas estão mais disponíveis. Além disso, as aulas devem ser divididas nos três turnos, para atender a todos os públicos.

O profissional pode contribuir na elaboração deste cronograma, uma vez que ele já possui alguma experiência.